Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio
Olá

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Livro MULHERES DE IMPÉRIO

Por: ADEILSON NOGUEIRA Denunciar

Ajaxloader
por
R$ 48,28
por
R$ 22,60

Sinopse

No ano 38 a.C., de repente, tornou-se conhecido em Roma que C. Júlio César Octaviano (depois o imperador Augusto), um dos triúnviros da república, e colega de Marco Antônio e Lépido na ditadura militar estabelecida após a morte de César, tinha enviado para decisão ao colégio pontifício, a mais alta autoridade religiosa do estado, uma questão curiosa. Foi assim: uma mulher divorciada que esperava se tornar mãe contrai um casamento com outro homem antes do nascimento de seu filho? O colégio pontifício respondeu que se ainda houvesse dúvida sobre o fato de que o novo casamento não seria permissível; mas se fosse certo, não haveria impedimento. Alguns dias depois, soube-se que Otaviano havia se divorciado de sua esposa Scribonia e se casado com Lívia, uma jovem de dezenove anos.

Os dois divórcios e o novo casamento foram concluídos com pressa inesperada. O primeiro marido de Livia, fazendo o papel de pai, deu-lhe um dote pela sua nova aliança e esteve presente no casamento. Assim Livia de repente passou para a casa de seu novo marido onde, três meses depois, ela deu à luz um filho, que se chamava Drusus Claudius Nero. Essa criança Otaviano mandou imediatamente para a casa de seu pai.

Para nós, costumes de casamento desse tipo parecem brutais, desavergonhados e quase ridículos. Devemos inferir que uma mulher que se prestou a tais trocas deve ser uma pessoa de maneiras leves e de inclinações imorais. Em Roma, no entanto, ninguém ficaria surpreso com tal casamento ou com o procedimento adotado, não fosse a extraordinária pressa, que parecia indicar que era indesejável ou impossível esperar até que Livia o tivesse dado à luz. criança, e que tornou necessário incomodar o colégio pontifício por seu consentimento de certa forma sofista. Pois todos estavam acostumados a ver os casamentos de grandes personagens feitos e desfeitos desta maneira e em tais bases. Por que, então, essas núpcias foram tão precipitadamente concluídas, aparentemente com o consentimento de todos os envolvidos?

"Muitas coisas que entre os gregos são consideradas impróprias", escreveu Cornélio Nepos no prefácio de suas "Vidas", "são permitidas por nossos costumes. Há por acaso um romano que tem vergonha de levar sua esposa para um jantar fora de casa? Acontece que a dona da casa de qualquer família não entra nas antessalas frequentadas por estranhos e se mostra entre eles? Não é assim na Grécia: lá a mulher aceita convites apenas entre famílias com as quais ela é parente, e ela permanece retida naquela parte interna da casa que é chamada de gineceu, onde apenas os parentes mais próximos são admitidos ".

Esta passagem, uma das mais significativas em toda a pequena obra de Nepos, atrai alguns traços claros e reveladores de uma das mais marcantes distinções entre o mundo greco-asiático e o romano. Entre as sociedades antigas, o romano era provavelmente aquele em que, pelo menos entre as melhores classes, a mulher gozava da maior liberdade social e da maior autonomia legal e econômica. Lá, ela quase se aproximou dessa condição de igualdade moral e civil com o homem, que a torna sua companheira, e não sua escrava - aquela igualdade na qual a civilização moderna vê um dos fins supremos do progresso moral.

Categorias: Europa, Civilização, Antigo, Não Ficção, Geografia E Historia, Educação
Palavras-chave: impÉrio, mulheres, roma

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 140

Edição: 1(2019)

Formato: A4 (210x297)

Tipo de papel: Offset 75g

Reconhecimento

Sobre o autor

Mini
ADEILSON NOGUEIRA

ADEILSON SANTANA NOGUEIRA — Nascido em Estância-SE, em 30/06/1969, filho de Francisco de Carvalho Nogueira (I.M.) e de Maria Aldeiza Santana Nogueira, desde cedo apresentou interesse pela literatura e pela poesia, tanto é assim que, aos 11 já escrevia os primeiros poemas, com premiação em concurso de poesia no Colégio Costa e Silva, em Aracaju, cuja temática era a discriminação racial, também obtendo premiações na cidade de Lagarto, no Colégio Polivalente. Aos 10 anos, recebeu das mãos do Prefeito Heráclito Rollemberg, em Aracaju, o Certificado que lhe concedia o título de secretário mirim da educação. Em 1987 teve poemas publicados em dois livros no Rio de Janeiro: Brasil Literário (Crisalis Editora) e Poesia Brasileira (Shogun Editora e Arte), além de diversos escritos para o Jornal de Campos, Styllo, Primo Notícias, em Tobias Barreto, Folha da Jhô, em Lagarto, e Jornal da Manhã e Jornal da Cidade, em Aracaju. Jornalista e escritor, é autor de diversos livros, a exemplo da “Cartas de Amor”, “Um Poema para Você”, “Versos Dispersos e Prosa Esparsa”, “Exemplos que Edificam”, Rádio Novela “Gavião Rasteira e o Zoológico do Inferno”, “Lições que não Esqueci”, “Anos de Roubalheira”, “O Encontro”, “Épicos”, “Política”, “Mandacaru, A Origem” e “Julio Cesar”, “Pascal”, “Nogueira” “Cartas de Tobias”. Em 1987, a convite, fez um programa direcionado à cultura na Rádio Progresso de Lagarto, fato que o estimulou a fazer o curso de radialista na cidade de Itabuna-BA, tendo passado pela Rádio Progresso, Rádio Clube de Itapicuru, Rádio Luandê FM e Rádio Imperatriz (atual Ilha AM). Em 1999, ocupava o cargo de assessor de Comunicação na Prefeitura de Tobias Barreto, onde coordenou o Jornal Cidadania pra valer, de publicação mensal, na gestão do então prefeito Diógenes Almeida, fazendo parte, também, do colegiado das Políticas Educacionais. Professor desde 1988, prestou serviços à educação nos Colégios Monsenhor Basilíscio Raposo, Colégio Nsª Srª Menina, Ranchinho Feliz, Educandário Nsª Srª do Carmo, Colégio Cenecista Arnaldo Dantas, na Barra dos Coqueiros, além do SENAC e do CENAPE – curso pré-vestibular. Sempre que possível, levou oficiais da polícia militar à sala de aula para darem palestras contra o uso de entorpecentes. Em 1992, viajou para o Japão, onde trabalhou na Mitsubishi Motors Corporation, sediada na cidade de Nagoya, retornando em 1994. Primeiro representante da Anistia internacional em Sergipe, foi graças ao seu esforço decisivo junto ao Ministério da Justiça do Governo Peruano, sob a ditadura Fujimori, que a Anistia conseguiu a liberdade para um outro professor, injustamente encarcerado por comentar questões políticas em sala de aula. No Brasil e no Japão comandou greves, neste último, conheceu de perto a perseguição promovida pelos sindicatos patronais ao proletariado.

De 2005 a 2012, ocupou o cargo de Assessor Jurídico na Prefeitura Municipal de Tobias Barreto, de onde presidiu a comissão responsável pelo 2º Concurso Público na gestão da então prefeita Marly Barreto, além de colaborar na Lei que criou o Plano Diretor, entre tantas outras. Membro da Academia Tobiense de Letras e Artes – ATLAS, da qual é o atual presidente (biênio 2015-2017).

Numismata desde os seis anos de idade, suas 10 palestras sobre coleção de moedas antigas, registradas em DVD’s, viajaram pelos quatro cantos do País, para os Estados Unidos e Europa, tendo seu nome sempre lembrado nos encontros de colecionadores por todo o País.


Mais publicações desse autor

A DECADÊNCIA DAS ERAS

A DECADÊNCIA DAS ERAS

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 41,00 Impresso
R$ 22,60 Ebook
A AMANTE DE BALZAC

A AMANTE DE BALZAC

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
VENEZUELA

VENEZUELA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
O AMANTE DE CHARLOTTE

O AMANTE DE CHARLOTTE

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
O AMANTE DE CLEÓPATRA

O AMANTE DE CLEÓPATRA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
O AMANTE DA RAINHA MARIA ANTONIETA

O AMANTE DA RAINHA MARIA ANTONIETA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,84 Impresso
R$ 22,60 Ebook
A AMANTE DE LORD BYRON

A AMANTE DE LORD BYRON

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
O AMANTE DA RAINHA CHRISTINA

O AMANTE DA RAINHA CHRISTINA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
A AMANTE DE NAPOLEÃO

A AMANTE DE NAPOLEÃO

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
ESCOLA SEM PAREDES

ESCOLA SEM PAREDES

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
ZENÓBIA

ZENÓBIA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,36 Impresso
R$ 22,60 Ebook
JESUS E O CRISTIANISMO

JESUS E O CRISTIANISMO

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 49,79 Impresso
R$ 22,60 Ebook

Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"Quero PARABENIZAR toda a equipe do Clube de Autores pelo belíssimo trabalho de atendimento, publicação e envio da obra. O livro está muito bonito!"

Eduardo Piereck

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700